Segurança viária é foco de ações educacionais nas empresas

Em um país como o Brasil onde 60% do transporte de tudo o que é produzido e consumido é feito por caminhões e onde os acidentes de trânsito são uma das principais causas de óbitos, iniciativas de melhores práticas em segurança viária têm se tornado foco para empresas com forte atuação logística.

Com este objetivo, a Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, investe em ações e treinamentos de segurança, com o objetivo de atingir o Zero Acidente. Dentre as diversas iniciativas promovidas pela companhia, está o Rodeio de Caminhões, ação que busca a educação e a valorização dos profissionais com destacada performance em segurança. A sua oitava edição terá início na cidade de Maringá (PR), no dia 30/11.

Em formato de competição, motoristas de caminhão-tanque são desafiados a mostrar suas habilidades realizando uma rotina de cinco testes de precisão de manobras, em um tempo máximo de 7 minutos: curva com cones, estacionamento de ré, estacionamento paralelo ao meio-fio em 90 graus, condução em linha reta com pinos e linha de parada, além de ser submetido a testes teóricos das rotinas operacionais.

“A Raízen zela por relações produtivas e que coloquem a vida em primeiro lugar, por isso criou esta iniciativa. Trabalhamos com um universo de cerca de 3,5 mil motoristas das transportadoras prestadoras de serviços que dirigem pelas estradas do país todos os dias, percorrendo, aproximadamente 220 milhões de km por ano”, destaca Eduardo Lucena, gerente de Operações de Transporte da Raízen.

8° Edição do Rodeio de Caminhões

Considerado um sucesso entre os condutores de caminhão-tanque, a competição chega a sua 8º edição e contará com quatro etapas regionais que selecionarão os melhores motoristas de todo o país para a grande final. A primeira acontecerá em Maringá (PR), no dia 30 de novembro, das 14h às 20h, e 01 de dezembro, das 7h às 17h, no Parque Internacional de Exposições Francisco Feio Ribeiro (Av. Colombo, 2186 – Vila Morangueira – Maringá/PR).

Em cada etapa, 50 condutores poderão mostrar sua performance em segurança viária, os melhores pontuados de cada região participarão da grande final, onde disputarão prêmios. Para participar, o motorista - além de realizar provas teóricas sobre atividades cotidianas antes da competição - precisa pertencer a uma transportadora que tenha atingido todos os indicadores de performance de segurança no período, como zero acidente com pessoas e zero derrame de carga líquida. Os profissionais ainda precisam ter um histórico de zero violação, não apresentando picos de velocidade e com um rigoroso cumprimento das regras de jornada de trabalho.

“Vale ressaltar que, além de ações como esta, todos os caminhões-tanque que prestam serviços para a Raízen são monitorados por telemetria, dispositivo que acompanha a performance do motorista, medindo se o condutor está na velocidade adequada, as motivações que levaram o motorista a realizar uma freada brusca, jornada de trabalho e descanso, por exemplo”, explica Lucena.

As próximas etapas acontecerão em fevereiro nas cidades de Paulínia e Brotas, em São Paulo, e em março em Anápolis (GO).

Sobre a Raízen

A Raízen é uma empresa integrada de energia que atua em todas as etapas do processo, desde o cultivo da cana, com a produção de açúcar, etanol e bioenergia, até a comercialização, logística e distribuição de combustíveis, tão essenciais no dia a dia das pessoas e dos negócios.

Conta com um time de cerca de 30 mil funcionários, que trabalha todos os dias para crescer junto com a companhia e gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir do bagaço da cana.

No Brasil, é líder na produção de açúcar, etanol e bioenergia - com 860 mil hectares de áreas agrícolas cultivadas - e uma das maiores no setor de combustíveis, com mais de 6.400 postos da marca Shell – além de cerca de 950 lojas de conveniência Shell Select. Destaca-se como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no país, com R$ 86,2 bilhões na safra 17/18.

São 26 unidades de produção de açúcar, etanol e bioenergia + planta de etanol 2G que produzem cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano e 4,6 milhões de toneladas de açúcar. E conta também com uma capacidade instalada para produzir 1GW de energia elétrica a partir do bagaço da cana, comercializando anualmente 3,9 TWh de energia.

Comercializa a cada ano aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo, operando em todas as regiões do país por meio de 68 bases de abastecimento em aeroportos e 68 terminais de distribuição de combustível.

Criada há mais de 15 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Na Argentina, onde começou a atuar em 2018 com a compra dos ativos de downstream da Shell, a Raízen comercializa aproximadamente 6 bilhões de litros de combustíveis por ano, incluindo uma rede com 665 postos Shell, uma refinaria, uma planta de lubrificantes, três terminais terrestres, duas bases de abastecimento em aeroportos e ativos de GLP (Gás Liquefeito de Petróleo).

Para mais informações:

Raízen

Loures Consultoria – Comunicação e Relações Corporativas

55 11 2391.5005 – ramal 124

Juliana Duarte
Tel: + 55 11 98233-6884
Juliana.duarte@loures.com.br

Carolina Marciale
Tel: + 55 11 94133-5848
carolina.marciale@loures.com.br

Danilo Valentini
Tel: + 55 11 97343-0909
danilo.valentini@loures.com.br