Terminal Ferroviário de Rondonópolis aumentará em 150% capacidade de armazenagem

Principal polo da infraestrutura logística do Mato Grosso, o Terminal Ferroviário de Rondonópolis (TRO) será ainda mais relevante para as operações do agronegócio brasileiro nos próximos anos. A Rumo, maior operadora de ferrovias do país, iniciou mais uma obra de expansão que prevê um ganho de 75 mil toneladas na capacidade de armazenagem, representando aumento de 150% em relação a estrutura atual.

A Companhia irá investir R$ 206 milhões em novas estruturas no terminal. Serão instaladas três tulhas extras e construída uma nova linha ferroviária, possibilitando um aumento de 60% nas operações de carregamento de vagões, passando de 900 para 1.400 vagões por dia.

“Mais de 200 empregos diretos e indiretos serão gerados durante a execução dos serviços. Serão construídos dois novos armazéns que vão aumentar significativamente nossa capacidade para atender o setor produtivo do Mato Grosso”, explica Fabricio Degani, diretor de Portos e Terminais da Rumo.

Além do aumento na capacidade estática e expedição, também estão previstas a construção de quatro novas moegas e cinco novas balanças rodoviárias que irão otimizar o fluxo de entrada e saída dos caminhões no terminal. As operações de recebimento serão ampliadas em 40%, permitindo receber mais de 2.000 caminhões por dia.

“A expansão e modernização do terminal deve-se tanto aos resultados positivos que a operação ferroviária vem registrando ao longo de nossa malha, como também as próprias melhorias que os produtores rurais estão alcançando, sempre demandando melhores níveis de serviço em toda a cadeia produtiva do agronegócio brasileiro”, destaca Degani.

Somente no primeiro trimestre de 2019, a Rumo contabilizou um crescimento de 12,9% no volume de produtos agrícolas transportados entre Rondonópolis (MT) e o porto de Santos no comparativo com o mesmo período de 2018. Foram mais de 5 milhões de toneladas movimentadas, com destaque para a soja que representou 3,7 milhões deste total.

Sobre a Rumo

A Rumo é a maior operadora de ferrovias do Brasil e oferece serviços logísticos de transporte ferroviário, elevação portuária e armazenagem. A companhia opera 12 terminais de transbordo, 6 terminais portuários e administra mais de 12 mil km de ferrovias nos estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. A base de ativos é formada por 1.000 locomotivas e 25.000 vagões.